Ver além

- uma releitura da transfiguração de Jesus

10/02/2018

Marcos 9.2-9

“Seis dias depois, Jesus foi para um monte alto, levando consigo somente Pedro, Tiago e João. Ali, eles viram a aparência de Jesus mudar. A sua roupa ficou muito branca e brilhante, mais do que qualquer lavadeira seria capaz de deixar. E os três discípulos viram Elias e Moisés conversando com Jesus. Então Pedro disse a Jesus: — Mestre, como é bom estarmos aqui! Vamos armar três barracas: uma para o senhor, outra para Moisés e outra para Elias. Pedro não sabia o que deveria dizer, pois ele e os outros dois discípulos estavam apavorados. Logo depois, uma nuvem os cobriu, e dela veio uma voz, que disse: — Este é o meu Filho querido. Escutem o que ele diz! Aí os discípulos olharam em volta e viram somente Jesus com eles. Quando estavam descendo do monte, Jesus mandou que não contassem a ninguém o que tinham visto, até que o Filho do Homem ressuscitasse.”
‭‭Marcos‬ ‭9.2-9

Introdução

Quem já participou de um retiro espiritual sabe o quanto isto faz bem.
Muitos, em meio ao carnaval, optam em buscar a Deus. Neste feriadão há vários retiros e encontros de jovens. Em São Bento do Sul, junto à Faculdade Luterana de Teologia, estão reunidos em torno de 1.600 jovens.

Parar, silenciar, desacelerar.
Concentrar-se.
Ouvir a voz de Deus na palavra e no silêncio.
Falar com Deus.
Sentimento de graça.

Leitura Bíblica

“...Uma semana depois de Ter falado ...” que Ele é o Messias, bem como anunciando a Sua morte e ressurreição.

1. Aceitar o convite

Você, vindo ao culto, faz o mesmo que Pedro, Tiago e João.
É aceitando um convite para vir ao Culto Cristão que muitos descobrem o valor que é aceitar o convite de Cristo. Aceitar a um convite demonstra desejo de conhecer e de se mobilizar em direção a algo onde se pode depositar a confiança.

2. Manter-se acordado

Nestes dias de folia da maior festa popular do planeta (somente a cidade do Rio de Janeiro tem mais habitantes que a Noruega, p.ex.), não faltam oportunidades para se extravasar nas brincadeiras do carnaval. Certamente neste momento temos amigos nossos, da igreja, que optaram por pular nos blocos, imagino. No entanto, também não faltam convites para orar, subir ao monte com Jesus. O que Jesus quer é que não estejamos dormindo o sono da morte, e sim estejamos despertos para aquilo que Ele quer nos mostrar.

Perdemos muito quando as nossas mentes estão dormindo.

Há muitos exemplos de cristãos que se mantiveram acordados;
• O caminho do coração, Ricardo Barbosa.
• Meditação cristã, Pe. John Main.
• Quando o cristão se ajoelha, autor desconhecido
• Imitação de Cristo, Tomás de Kempis
• Uma viajem ao coração de si mesmo, Carlos José Hernandéz
• O poder do silêncio, Pe. Anselm Grün

3 – A glória de Deus


O exercício de uma espiritualidade sadia permite ver um pouco da glória de Deus. Esta espiritualidade sadia, evidentemente, não relativiza a palavra de Deus dando preferência ao que diz a própria consciência. O caminho para a salvação vai além, e até, muitas vezes, contra o que diz o próprio coração.

3.1 Transfiguração – No rosto de Cristo resplandecia um estado de graça. Assim será a glória de Deus. Os métodos filosóficos existencialistas aplicados na vida pós-moderna – e também em alguns grupos de nossa igreja – rejeitam todo sentido sobrenatural e religioso das coisas relativas a Deus. Muitas iniciativas de autoajuda em nossa sociedade reduzem tudo o que é sobrenatural na fé a meras metáforas psicológicas.

João, Pedro e Tiago se deparam com Jesus transfigurado. Não um espírito ou um experimento visionário. Jesus é Deus desde o princípio. Jesus não está a evoluir para uma assumir uma nova forma. Ele convidou seus discípulos mais íntimos a olhar pela fresta do cosmos e da história para ver sua realidade.

Assim será após a ressurreição.

3.2 Elias e Moisés - falavam com Jesus e de sua partida. Moisés, o representante da lei (Êxodo 31.18; 34.5e6), e Elias, o profeta por todos respeitado, que subiu aos céus num redemoinho, visto por Eliseu (2Reis 2.11), personagens históricos da fé judaica, interagem com Jesus, endossam a Sua decisão de partir para Jerusalém, de partir para o seu holocausto.

Jesus tem consigo a presença histórica passada, estando ao seu lado discípulos que fariam a função futura na história. Moisés e Elias foram referência para Jesus.

Ter pessoas junto de nós que possam ser referência de vida e de plenitude de vida, é essencial. É por isso que retiros são concorridos nos dias de carnaval. Eles não são a garantia da salvação para ninguém, mês refletem aquilo que realmente dá prazer a uns e não dá prazer a outros. Para todos, porém, Jesus é a referência.

3.3 O medo - A nuvem assusta, porque o íntimo contato com Deus nos proporciona enxergar além da nossa própria existência. Nossas experiências e realizações pessoais são apenas parte da grande do Reino de Deus. Pode, sim, assustar a ideia de que precisamos buscar mais o sobrenatural – a transfiguração – para mergulhar no entendimento da nossa vida.

Ou talvez o medo estava em imaginar que Jesus iria neste momento aos céus?

Está com medo de viver o sobrenatural? Ora! “Em toda oração Deus é o agente principal, sendo a sua maior ação, enviar-nos seu Filho Jesus. ... Oração cristã consiste essencialmente em dispormos de maneira que o murmúrio da oração de Jesus possa surgir em nosso coração.” (Meditação Cristã, John Main, p. 22)

Escutem o que ele diz. (v.35)

Conclusão

Descer o monte.
Também através das lágrimas vemos a glória de Deus. O contexto era do prenuncio da morte de Cristo. Jovens e idosos fortalecidos com o retiro descem agora o monte para a vida.

Se todos aceitassem a proposta de Pedro, Jesus não desceria para Jerusalém. A morte, a dor, o calvário anunciado poderia apresentar outro desfecho. Pedro, mais uma vez, parecia não entender o propósito de Deus.

Convide outros para também subirem a orar. Desça para testemunhar a soberania e a glória de Jesus. Mostre que a plenitude da glória de Deus e a paixão, sofrimento, de Jesus são inseparáveis.

Amém.


Baseado em pregação de Pr. Kurt Rieck
25.02.01 / 14.02.10


 


Autor(a): Pr. Rolf Rieck
Âmbito: IECLB / Sinodo: Sudeste / Paróquia: Rio de Janeiro - Martin Luther (Centro-RJ)
Área: Confessionalidade / Nível: Confessionalidade - Prédicas e Meditações
Testamento: Novo / Livro: Marcos / Capitulo: 9 / Versículo Inicial: 2 / Versículo Final: 9
Natureza do Texto: Pregação/meditação
Perfil do Texto: Prédica
ID: 45821
REDE DE RECURSOS
+
Pela graça sois salvos, mediante a fé, e isto não vem de vós: é dom de Deus.
Efésios 2.8
© Copyright 2018 - Todos os Direitos Reservados - IECLB - Igreja Evangélica de Confissão Luterana no Brasil - Portal Luteranos - www.luteranos.com.br