Somos livres para amar

21/06/2018

1 | 1
Ampliar

Cristo nos libertou para que sejamos realmente livres. Por isso, continuem firmes como pessoas livres e não se tornem escravos novamente... Vocês, irmãos, foram chamados para serem livres. Mas não deixem que essa liberdade se torne uma desculpa para permitir quer a natureza humana domine vocês. Pelo contrário, que o amor faça com que vocês sirvam uns aos outros. Gálatas 5.1+13

“Um cristão é senhor livre sobre todas as coisas e não está sujeito a ninguém. Um cristão é servidor de todas as coisas e sujeito a todos” - (Martim Lutero: Da Liberdade Cristã – 1520)

Um Cristão não vive para si mesmo, mas para Cristo e para o próximo. Para Cristo ele vive pela fé. Para o próximo, pelo amor. Ele é senhor livre sobre todas as coisas e não está sujeito a ninguém pela fé em Cristo. Ele é servidor de todas as coisas e sujeito a todos pelo amor. Estas duas frases se encontram claramente em 1 Coríntios 9.10: “Porque, sendo livre de todos, fiz-me escravo de todos...”, em Romanos 13.8: “A ninguém fiqueis devendo coisa alguma, exceto o amor com que vos ameis uns aos outros”. O amor se coloca a serviço – Gálatas 4.4: “Deus enviou seu Filho, nascido de mulher e submisso à lei...”

O QUE É LIBERDADE?
Imaginem dois paraquedistas. Os dois saltam de um avião. A velocidade da queda é a mesma. Ambos têm a mesma sensação de liberdade. Nada os prende. Estão soltos no ar, livres como passarinhos.

Aparentemente. Há uma diferença crucial: somente um dos dois tem um paraquedas! Isso muda a sensação de liberdade que estão desfrutando? Sim. Os dois estão livres para cair com a gravidade, mas somente um está livre para não cair. O outro se torna escravo da gravidade e esta o matará no final. Ele será escravo do medo durante toda a queda e a alegria da liberdade desaparecerá. Ou ele nega a realidade (ilusão) ou sucumbe ao medo (terror) ou é salvo por alguém de paraquedas.

SOMOS LIBERTADOS DE QUÊ?
Somos libertados de uma vida errada, que vive em função unicamente de si mesma e usa seu semelhante para benefício próprio, ouvindo e atendendo somente e unicamente aos seus desejos, sonhos e ambições. O mais grave é que deixa de obedecer aos mandamentos divinos. O conceito bíblico para isto é PECADO. Pecado é errar um alvo proposto, pior ainda, errar de propósito, na ilusão de que isso sim é viver em liberdade.

O QUE É LIBERDADE CRISTÃ?
No mesmo capítulo em que afirma que somos livres, o apóstolo Paulo coloca os limites da liberdade cristã: “Deixem que o Espírito de Deus dirija a vida de vocês e não obedeçam aos desejos da natureza humana... Vocês não podem fazer o que querem... As coisas que a natureza humana produz são bem conhecidas: Imoralidade sexual, impureza, ações indecentes, adoração de ídolos, feitiçarias, inimizades, brigas, ciumeiras, acessos de raiva, ambição egoísta, desunião, divisões, invejas, bebedeiras, farras (Gálatas 5.19-21). Já o Espírito de Deus produz o amor, a alegria, a paz, a paciência, a delicadeza, a bondade, a fidelidade, a humildade, o domínio próprio (v.22)

Portanto, verdadeira liberdade cristã é: Não permitam que paixões humanas determinem o seu agir (“fazer o que der na telha”). Permitam que o Espírito de Deus guie vocês. Temos liberdade porque Cristo nos libertou. A libertação começa com o perdão que Cristo nos dá. Ele assume o nosso pecado na cruz e nos liberta de nossa culpa. Não usemos esta liberdade para satisfazer as paixões carnais, mas, permanecer ligado a Cristo pela fé, e servir uns aos outros pelo amor. Perdão não é fazer de conta que nada houve e continuar no velho rumo. O perdão de Cristo nos coloca em uma outra direção: O modo de usar a liberdade cristã é servir uns aos outros!

A LIBERDADE CRISTÃ PRODUZ OBRAS DE AMOR
Através de uma ilustração, Lutero demonstrou que a fé precede as obras – uma árvore que produz bons frutos é saudável não por causa dos frutos, mas os frutos é que são bons por causa da árvore. Árvore saudável (justificação pela fé) produz bons frutos. Árvore doente (incredulidade) produz maus frutos.

Pastor Geraldo Graf
São Paulo

 


Autor(a): P. Geraldo Graf
Âmbito: IECLB / Sinodo: Sudeste
Área: Confessionalidade / Nível: Confessionalidade - Prédicas e Meditações
Natureza do Texto: Pregação/meditação
Perfil do Texto: Meditação
ID: 47676
REDE DE RECURSOS
+
Crer significa fixar o olhar firme e continuamente em Cristo.
Martim Lutero
© Copyright 2018 - Todos os Direitos Reservados - IECLB - Igreja Evangélica de Confissão Luterana no Brasil - Portal Luteranos - www.luteranos.com.br