1 Coríntios 6.12-20 - 2º Domingo após Epifania - 14/01/2018

Caderno de Cultos 2018

14/01/2018

14/01/2018 - 2º Domingo após Epifania
Pregação: 1 Co 6.12-20; Leituras: Jo 1.43-51; 1 Sm 3.1-10(11-20)
Miss. Dulcenelda Schneider – Comunidade Missionária de Santarém - PA

LITURGIA DE ABERTURA


ACOLHIDA
Sejam todos bem vindos e bem vindas a este culto. Que o amor de nosso Senhor Jesus Cristo esteja com cada um de nós, que Sua paz nos envolva e que a Sua presença nos estimule a comunhão uns com os outros e com ELE.

De uma forma especial queremos acolher os/as visitantes. Sejam todos muito bem vindos, que possam sentir-se bem em nosso meio.

CANTO DE ENTRADA
337 – HPD2 – Reunidos aqui

Ou: Nº ____________________________________________________

SAUDAÇÃO
Estamos aqui reunidos/as em nome do Trino Deus: Pai, Filho, Espírito Santo. Amém

CANTOS DE INVOCAÇÃO
332 – HPD2 – Deus está aqui

Ou: Nº ____________________________________________________

CONFISSÃO DE PECADOS
Senhor, reconhecemos a tua mão bondosa sobre as nossas vidas, a tua fidelidade e o teu maravilhoso perdão. Queremos tomar posse desse teu perdão, pois erramos constantemente. Permita que teu Santo Espírito venha sobre nós com tua paz e graça. Trazendo arrependimento e transformação necessária para uma vida coerente com a tua palavra. Em nome de Jesus. Amém

ANÚNCIO DO PERDÃO
Em 1 João 1.8 lemos “Se dissermos que não temos pecado nenhum, a nós mesmos nos enganamos, e a verdade não está em nós”. Reconhecer nosso erro e pecado é ser coerente com a Palavra de Deus. Portanto, 1 João 1.9 nos diz: “Se confessarmos nossos pecados, Deus é fiel e justo para perdoar nossos pecados e nos libertar de toda a injustiça”. Na certeza do perdão de Deus podemos descansar. Amém

KYRIE
Queremos interceder por todos aqueles que sofrem neste mundo, todos juntos cantando. – Pelas dores deste mundo

GLÓRIA IN EXCELSIS
Cremos na soberania e cuidado de Deus sobre nossas vidas e mundo em que vivemos. Por isso queremos glorificar a Deus cantando:
253 – HPD1 – Glorificado seja teu nome

ORAÇÃO DO DIA
Senhor Deus e Pai, em nome de Jesus estamos em tua presença e agradecemos pelas inúmeras bênçãos que, dia a dia, o Senhor tem derramado em nossas vidas. Obrigado pelo teu cuidado, proteção e provisão. Obrigado inclusive pelas dificuldades por que cremos que elas mediante a fé, se transformam em bênçãos. Abençoa-nos também com a Tua Palavra. Que essa semente que será lançada encontre terra boa, ou seja, corações receptivos que correspondem ao Teu amor. Em nome de Jesus Cristo. Amém

LITURGIA DA PALAVRA

LEITURAS BÍBLICAS
1ª Leitura Bíblica: João 1 43-51

2ª Leitura Bíblica: 1 Samuel 3. 1-10(11-20)

CÂNTICO INTERMEDIÁRIO
380 – HPD1 – A Tua Palavra

PREGAÇÃO
1 Coríntios 6.12-20
Poucas partes da Escritura revelam a humanidade dos cristãos de maneira tão vivida como esse livro.
O apóstolo Paulo escreveu este livro para os cristãos de Corinto, importante cidade comercial da Grécia.
Eles lutavam contra o meio em que viviam. Cercados pela corrupção e por todos os pecados concebíveis, sentiam a pressão para se adaptar.
Sabiam que eram livres em Cristo. Mas o que essa liberdade significava?
Como deveriam ver os ídolos ou a sexualidade?
O que deveriam fazer a respeito do casamento, das mulheres na igreja e dos dons espirituais?
Essas eram muito mais do que apenas perguntas teóricas – a igreja estava sendo minada pela imoralidade e pela imaturidade espiritual.
A fé dos cristãos estava sendo provada e alguns deles estavam falhando na prova.
Dois ou três anos depois de deixar a igreja que havia iniciado em Corinto, Paulo ouviu notícias inquietantes: conflitos e divisões estavam ameaçando seriamente a jovem igreja.
Cristãos espiritualmente arrogantes, conduta imprópria na área sexual, ofensas contra outros irmãos na fé, abuso dos dons espirituais e equívocos acerca de ensinamentos cristãos básicos.
Paulo escreveu buscando o equilíbrio da igreja. Tratar os problemas, acabar com as divisões, e responder as perguntas dos cristãos.
Pelo fato de muitos dos problemas da igreja de Corinto envolverem sexo, Paulo denunciou o pecado sexual de uma maneira extremamente firme.
V.12 ... Muitas religiões no mundo ensinam que a alma e o espírito são importantes, mas que o corpo não, e o cristianismo é as vezes influenciado por essas idéias.
Na verdade, o cristianismo considera o aspecto físico de modo muito sério. Adoramos a um Deus que criou o mundo físico e o declarou como sendo bom.
Ele nos promete uma nova terra onde as pessoas terão seus corpos transformados. Em Jesus o próprio Deus, teve um corpo, carne e sangue.
Ele veio viver conosco, oferecendo tanto a cura física, como a restauração espiritual.
Da mesma maneira que o nosso espírito afeta o nosso corpo, este afeta o nosso espírito.
Não podemos cometer pecados com o nosso corpo sem prejudicar nossa alma, porque corpo e alma estão inseparavelmente unidos.
Na nova terra, teremos o corpo ressurreto, que não foi corrompido pelo pecado.
A liberdade é uma marca da fé crista – liberdade do pecado e da culpa, e liberdade de usar e apreciar qualquer coisa que venha de Deus.
Mas os cristãos não devem abusar dela e afligir a si mesmos ou as outras pessoas.
A imoralidade sexual é uma tentação que está sempre diante de nós. No cinema, na televisão, o sexo fora do casamento é tratado como algo normal, até desejável, com parte da vida.
Já o casamento é frequentemente mostrado como limitado, monótono e triste.
Podemos até ser tratados com desprezo pelos outros se fomos considerados puros.
Deus não proíbe os pecados sexuais somente para dificultar, Ele conhece o poder que o pecado tem de destruir-nos física e espiritualmente.
Ninguém deve menosprezar o poder da imoralidade sexual.
Ela devastou incontáveis vidas, destruiu famílias igrejas, comunidades e até nações.
Deus quer proteger-nos para não prejudicarmos a nós mesmos e aos outros
15-17 Este ensino a respeito da imoralidade sexual e das prostitutas era especialmente importante para a igreja coríntia porque o templo da deusa do amor Afrodite, ficava em Corinto.
Esse templo empregava mais de mil prostitutas como sacerdotisas e o sexo era parte do ritual de adoração.
Paulo declarou que os cristãos não devem tomar parte na imoralidade sexual, ainda que isso seja aceitável e popular em nossa cultura.
18... Os cristãos são livres para ser tudo o que puderem para Deus, mas não estão livres de Deus.
O Senhor criou o sexo para ser um belo e essencial ingrediente do casamento, mas o pecado sexual – a prática de sexo fora do casamento – sempre fere alguém.
É uma atitude que magoa a Deus porque mostra que preferimos seguir nossos próprios desejos a colocar-nos sob a direção do Espírito Santo.
Fere também os outros porque viola o comprometimento tão necessário a um relacionamento sadio.
Além disso frequentemente traz doenças as pessoas.
Ainda afeta profundamente a personalidade, que responde através da angustia por esses ferimentos de caráter físico e espiritual.
19-20 O que Paulo quis dizer quando mencionou que o nosso corpo pertence a Deus?
Muitas pessoas dizem que tem o direito de fazer o que quiserem com seu corpo.
Embora pensem que isso seja liberdade, estão na realidade escravizadas por seus próprios desejos.
Quando nos tornamos cristãos, o Espírito Santo passa a habitar em nós. Assim sendo, o nosso corpo não nos pertence mais.
A morte de Cristo nos libertou do pecado, mas nos convida a servi-lo.
Se alguém viver em um edifício de propriedade de outra pessoa, procurará evitar violar as regras do edifício
Por seu corpo pertencer a Deus, não nos é permitido violar padrões de vida estabelecidos pelo Senhor. Que a nossa vida seja para somente glorificar ao nosso poderoso Deus. E que a nossa pergunta ao acordar a cada manhã possa ser: Como podemos glorificar a Deus com o nosso corpo?
Que Deus nos abençoe. Amém

HINO
413 – HPD2 – Senhor se Tu me chamas

CONFISSÃO DE FÉ
Queremos confessar a nossa fé que temos em Deus, usando as palavras do Credo Apostólico.

Creio em Deus Pai, ...

CANTO PÓS CONFISSÃO (proceder motivação e o recolhimento das ofertas)
286 – HPD1 – Obrigado Pai Celeste


ORAÇÃO DE INTERCESSÃO
Motivos de Oração:
1. Aniversariantes
2._______________________________________________________
3._______________________________________________________
4._______________________________________________________
5._______________________________________________________
6._______________________________________________________

Senhor nosso Deus, agradecemos por esse culto, pela Palavra lançada em nossos corações. Que possamos viver em total dependência de Ti. Agradecemos pelos aniversariantes porque sabemos que a vida é dádiva das tuas mãos. Que o Senhor conceda saúde e renove a fé e a esperança em suas vias. Queremos interceder pelas pessoas que precisam e cuidados especiais ....(mencionar pedidos). Intercedemos também pelo presidente do nosso país, pelo governador do Estado em que vivemos e pelo prefeito da nossa cidade. Dá a cada um sabedoria e discernimento no exercício do ofício. Senhor abençoa todos os grupos da nossa Comunidade e Paróquia conduze-nos em tudo que fizermos. Assim pedimos e agradecemos em nome de Jesus Cristo, nosso Senhor e Salvador. E tudo o mais queremos incluir na oração que Jesus Cristo nos ensinou a orar:

PAI NOSSO
Pai nosso ...

LITURGIA DE DESPEDIDA

AVISOS
Próximo Culto: ___/___/______ às ___:___ h.
Oferta último Culto: R$ _________ - destinada para ...
______________ _________________________________________
________________________________________________________
________________________________________________________
________________________________________________________
________________________________________________________

BÊNÇÃO
Que o Senhor te abençoe e te guarde, que o Senhor faça resplandecer o seu rosto sobre ti e tenha misericórdia de ti, que o Senhor sobre ti levante o seu rosto e te dê a paz. Amém

ENVIO
Vamos todos na paz e no amor de Deus, servindo a ELE com alegria. Um bom domingo e uma abençoada semana à todos.

CANTO FINAL
Deus te abençoe, Deus te proteja, Deus te dê a paz, Deus te dê a paz.


Autor(a): Missionária Dulcenelda Schneider
Âmbito: IECLB / Sinodo: Mato Grosso
Área: Celebração / Nível: Celebração - Ano Eclesiástico / Subnível: Celebração - Ano Eclesiástico - Ciclo do Natal
Natureza do Domingo: Epifania
Perfil do Domingo: 2º Domingo após Epifania
Testamento: Novo / Livro: Coríntios I / Capitulo: 6 / Versículo Inicial: 12 / Versículo Final: 20
Título da publicação: Caderno de Cultos - Sínodo Mato Grosso / Ano: 2018
Natureza do Texto: Pregação/meditação
Perfil do Texto: Prédica
ID: 45559
REDE DE RECURSOS
+
Crer significa fixar o olhar firme e continuamente em Cristo.
Martim Lutero
© Copyright 2018 - Todos os Direitos Reservados - IECLB - Igreja Evangélica de Confissão Luterana no Brasil - Portal Luteranos - www.luteranos.com.br